Porque as pessoas plagiam e como combater?

0 comentários
plagiar websiteOlá pessoal, em virtude da campanha realizada pelo grupo de blogueiros no facebook, decidi fazer um artigo que explica o que leva as pessoas a plagiar, vamos olhar pelo lado deles porque só entendendo os motivos que os levam a tal atitude é que podemos escolher a melhor forma de combater, expor sua incompetência em praça pública por exemplo pode não ser uma boa solução se o plagiador for um pobre melodramático que não entende as consequências ou não faz ideia do grau do seu erro. para combater ao plágio você deve saber com que tipo de plagiador está lidando:


Os preguiçosos profissionais

plagiador profissionalO primeiro e maior motivo do plágio é a preguiça, os preguiçosos ambiciosos são aqueles que percebem que copiando o material alheio eles podem simplesmente ter seu trabalho mais fácil e rápido que criando e passam a viver de plágio, esses precisam de crescer mas não têm a paciência necessária para tal, sabem perfeitamente que estão cometendo um crime mas agem como ladrões e não estão nem aí  para a ética, moral e direitos do autor. Esses são naturalmente os mais difíceis de combater porque eles podem ter vários outros projetos e fechar um não serve muito, aqui deve-se atacar o plagiador e não o plágio, utilizando os recursos legais do seu país.

Vítimas do nome

plagioEsse tipo de plagiador eu chamo de coitados, é comum em gigantes numa determinada área que após certo tempo perdem a inspiração e não conseguem mais criar suas próprias obras,  tendo o nome que tem não podem deixar seu crédito em mãos alheias e acabam vendo essa como última solução, apesar de terem um grande peso de consciência eles acabam tendo que fazê-lo porque a ocupação e outros motivos não o deixam trabalhar, dependendo do desespero podem ir desde o "plágio seleção de palavras" até ao "plágio copy-paste" passando raramente pelo "plágio de fonte". Nesses casos destruir o nome do plagiador pode ser até maldade demais mas ameaçar destruir o nome pode fazê-lo tremer até a espinha, aí o plagiado pode obrigá-lo a citar a fonte para não ter o nome sujo.

Em busca do nome

Esses também são conhecidos como exibicionistas, querem aparecer mas não têm competência para tal ou acham que seu conteúdo não é bom o suficiente para ter o nome que querem, eles procuram por artigos que interessam, por vezes melhoram um pouco e publicam para parecerem bons, o bom desse grupo é que não passam de uns coitadinhos geralmente adolescentes que querem aparecer, nesse caso um simples susto resolve como no "Caso Izaque Laborio" para eles basta mostrar certas leis e dizer que pode ser preso para os assustar, mas a própria Google pode resolver esse problema.

Pequenos idiotas

Esse último grupo de plagiadores são aqueles que ou não sabem o que estão fazendo ou esquecem de colocar as referências, normalmente blogueiros novos, esses são que nem crianças e devem ser tratados como tal, simples conselhos ou explicação dos erros que está cometendo podem ser suficientes para pará-los, esse tipo de blogueiro pode até conhecer as leis mas ou não são aplicáveis no seu país, (o meu é um exemplo em que as leis para o plágio não são tão eficazes) ou então ele  não sabe que pode ser apanhado, trate esse como criança, aproximando devagar e tentando entender primeiro se ele sabe o que está fazendo e quais são as consequências disso.

Concluindo: por vezes não é tão difícil assim combater o plágio desde que se conheça o plagiador, no entanto como é difícil reconhecer o tipo de plagiador deve-se antes aproximar dele e tentar entender, mas qualquer que seja o motivo do plágio, é uma coisa feia, é falta de competência e desrespeito ao trabalho dos outros abaixo ao plágio.

 



Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário, junte-se a nós no facebook!

Ocorreu um erro neste gadget